sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Suzanne.

De cor e salteado.
De trás para a frente.
O que trauteio quando nem me dou conta que estou a trautear.

Desde os meus 16.



So long, Leonard!

5 comentários:

  1. Ainda bem que 2016 está a terminar. Ainda me levam o Cave, Waits... E sabe-se lá o que daria de retorno! Ainda não estava recuperada do Bowie!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tanto Bowie como Cohen deixaram álbum de despedida...

      Excluir
    2. Até nisso foram grandes, imensos.

      Excluir
  2. Para mim será sempre "Dance me to the end of love". :)

    ResponderExcluir
  3. Suzanne, sem dúvida nenhuma...

    ResponderExcluir