terça-feira, 4 de abril de 2017

Bom, minha gente, vamos lá... Todos juntos! Porque os ignaros, ou lá o que é, também têm direito à vida.

Diz o(a) CAP CRÉUS no post abaixo que o que não falta por esse país fora são museus, super interessantes, gratuitos todos os Domingos (todos hã, não apenas no 1° de cada mês), e o que eu vos propunha é que contribuíssemos todos para elaboração da lista dos imensos museus nessas condições, que isto, já se sabe, temos de ser uns para os outros.



Eu até lhe perguntava diretamente mas diz que ele(a) se enoja "um bocado" (vá lá que não é muito) em ter de lidar com pessoas da minha índole e também não vale a pena sujeitá-lo(a) a isso, que isto cada um é como cada qual e já se sabe que temos todos de nos respeitar nas nossas idiossincrasias.

Vá... Um por todos e todos por um, Yes, we can! e se isto não é serviço público então já não percebo nada!

3, 2, 1... Go!

Eu avanço com o primeiro:

1. ...

(...)

Eeeer... Bom, na verdade não conheço nenhum, mas bom... Toda a gente sabe que eu é mais bolos.

Sim, vamos todos fazer de conta que não sabemos que em 2011 a coligação PSD/PP acabou com tal gratuitidade, para a permitir apenas uma vez por mês, que tal reposição foi aprovada na AR no fim do ano passado, mas que a medida ainda não foi posta em prática... Schiuuu... Não digam nada que isso só mostra que não saem de casa... Sempre em frente à televisão/computador, em vez de irem a museus...

25 comentários:

  1. Só para não me acusarem de falta de fair play já encontrei dois:

    1. Museu Calouste Gulbenkian, Lisboa
    2. Museu da Marioneta, Lisboa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha lá, mas tu não querias ir ver os Miró? E não era em Serralves?
      Eu teria encerrado a conversa ali. Querias ir a Serralves ver os Miró e estava muita gente. Ponto. O que acontece nos outros museus do país não fez diferença para o teu caso, sendo certo que até decidiste que vais num ia em que os bilhetes são pagos.

      Excluir
    2. Como assim terias encerrado ali a conversa?! Mas então uma pessoa quer um blogue para quê, se não para se entreter um bocado, hum?

      (Sim, eu queria ver os Miró e era sobre isso o post, mas isso é claramente um pequeno pormenor sem importância.)

      Excluir
    3. É como fraturares a tíbia, ires ao hospital e o médico dizer-te que tens outros 205 ossos em perfeitas condições. Pois tens, mas precisas é de tratar a tíbia fraturada.

      Excluir
    4. Pois. Em vez de pagar bilhete noutro dia para ir ver os Miró, pegava nos putos e levava-os ao museu da marioneta... a Lisboa.

      Excluir
    5. Começa por M, ninguém ia dar pela diferença...

      Excluir
  2. Eu ignorante me confesso, isso de ignaros é só para gente muito culta que vai aos museus todos os domingos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahahahahahahah abençoado Priberam... "Ignaro"... Bem bom para juntar à coleção finória de insultos...

      Excluir
  3. Mais um

    3. Centro de Arte Contemporânea Graça de Morais, Bragança

    (Já não estou a achar graça nenhuma, não...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vinha eu a sugerir o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais em Bragança (esse eu tenho a certeza)e já cá esta na lista. Ao lado agora há o Museu Sefardita (inaugurado em Fevereiro) mas ainda não tive oportunidade de ir conhecer. Não sei se é grátis ou não, mas irei averiguar.

      Excluir
    2. Não querendo ser presunçosa e chata: http://museudamascara.cm-braganca.pt/pages/165

      Excluir
    3. "Presunçosa"?! "Chata"?! Mas então o que é lá isso? Estamos a fazer serviço público. (E já lá vão 5...)

      5. Museu ibérico da máscara e do traje, Bragança.

      Excluir
  4. Centro Português de Fotografia, no Porto. Sempre com entrada à borla, boas exposições e o edifício é qualquer coisa!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora, aí está Rolo. Muito bem lembrado, dificilmente entrará na categoria de museu, mas que se lixe...

      4. Centro Português de Fotografia, Porto

      Excluir
  5. Bolas!! Não li a tempo, porque eu sabia disso tudinho! Fiquei muito contentinha quando vi que a gratuidade iria ser reposta todos os domingos, mas em Janeiro vi que a coisa não era assim tão linear. A entrada na Gulbenkian só é "grátes memo grátes", domingos a partir das 14h, é melhor informar o tontinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, dá para ir às marionetas de manhã e à Gulbenkian à tarde... :D

      Excluir
  6. Bolas. Explica-me como se eu fosse muito burra. Tu não querias ver o Miró? E não mostraste o precário? E o preçário não estava lá, bem claro, a dizer que borlas só no 1º domingo? Qual é mesmo a discussão e porque é que um néscio chama ignorante às pessoas?
    (néscio também é bom para insultar com nível...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas vamos alargar a discussão, não nos vamos prender a minudências que isto já se sabe que podemos sempre contar com gente de vistas largas.

      (São residuais os museus gratuitos todos os domingos, praticamente não há. Mas apelidando-me de ignorante este comentador diz que sim, que há. Porque ele diz. E é isto. Um exemplo perfeito daquilo que eu chamo de ignorância ruidosa. E enojam-se. Estas pessoas enojam-se com quem lhe mostra que está a incorrer em erro. E é isto.)

      Excluir
    2. *que estão, valha-me Nosso Senhora das internetes que já se me vai a argumentação toda pelo cano abaixo...

      Excluir
  7. Pipocante Irrelevante Delirante5 de abril de 2017 18:05

    Não me querendo intrometer, mas realmente foi aprovada legislação no sentido da entrada dominical ser gratuita.
    O "probrema" é que antes de publicar uma história, convém fazer investigação. Uma prática anciã usada noutros tempos por jornais e comunicação social em geral, mas hoje extinta.

    http://www.dn.pt/artes/interior/domingos-gratuitos-nao-entram-em-vigor-a-1-de-janeiro-5553266.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim PID, eu sabia e até está nas letras pequeninas do post... ;)

      (Mas para o museu em questão eu até mostrei o link, onde a situação está claríssima... O que leva uma pessoa a continuar a armar-se aos cágados é que me intriga...)

      Excluir
  8. Irra, que esta fulana não se aguenta de parva que é. Ó NM, quando a quiser ver subir paredes é trocar-lhe o nome: chame-lhe Crap Céus, nunca falha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diga isso... A Cap CRÉUS é sempre super pertinente nas suas intervenções...

      Excluir
    2. É um homem... E parvo, é só parvo, daqueles parvos que fala, fala, fala mas ninguém os vê fazer nada.

      Excluir
  9. Os monumentos afectos à direcção geral do património cultural podem ser visitados gratuitamente no 1º domingo se cada vez, podendo haver algumas excepções. Já visitei o mosteiro de santa-clara-a-velha e o museu Machado de castro em Coimbra, o museu e as ruínas de Conimbriga e o Convento de Cristo em Tomar e a entrada foi gratuita durante o dia inteiro

    ResponderExcluir