sábado, 26 de agosto de 2017

I beg your pardon?!

E depois, numa piscina, ele começou a insistir que o que eu devia mesmo era ir lá a um daqueles escorregas caracoidais e demoníacos. E eu a dizer que não, que não gostava, que estava muito bem deitadinha na toalha a apanhar sol. E ele a dizer que hã-hã, que eu tinha era medo, que ele bem sabia. Mas que eu devia ir. Que não havia motivo para medos, que ele bem tinha visto, que até uma "velhota" tinha ido e se tinha rido muito. E depois eu chamei-o à atenção, que "velhota" era adjectivo pouco polido. E ele disse que sim senhor, que não voltava a apelidar ninguém de tal.

Cinco minutos mais tarde...

- Olha mãe, lá vai a velhota para o escorrega, outra vez... Estás a ver? A de fato de banho azul?!

E depois eu fiquei muito aborrecida com ele por causa daquilo do "velhota".

E depois reparei na tal senhora e fiquei ainda mais aborrecida.
Ainda estou ligeiramente abalada, na verdade.

É que, depois de aguçar a visão que ultimamente me tem falhado, dei-me conta que a tal da "velhota" foi minha colega no liceu.

14 comentários:

  1. Pipocante Irrelevante Delirante27 de agosto de 2017 13:57

    O seu petiz não é in.
    Velhota?...
    Diz-se cota. Essa educação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está visto que a criança tem mesmo pais velhotes... ;)

      Excluir
  2. Sei como são...e duram muito esses comentários, prepare-se:)
    ~CC~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por acaso até me pareceu que a tal da velhota não estava nada mal... :D

      Excluir
  3. ahahahahahahah
    Muito bom :D Os miúdos são fantásticos... mas às vezes ferem-nos o ego.
    O meu irmão por volta dos 8/9 anos implorava ao meu pai para "dar" dinheiro à mãe porque de certeza ela estava pobre e não podia pintar o cabelo. Estava a ficar branco e parecia-lhe muito velhinha ehehehehehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :DDDD o dinheiro para o cabelo vou começar a ir buscá-lo aos mealheiros deles que, afinal, quer-se-me parecer que são eles os culpados...

      Excluir
    2. Foi muitas vezes a resposta dela eheheheh. O problema dele é ter irmãs bastante mais velhas e assumir que a idade das mães dos outros meninos era como a das irmãs ... logo a mãe não podia ter cabelos brancos para não destoar ehehehehe

      Excluir
    3. No fundo as mães aprendem todas pela mesma cartilha.... :DD

      Excluir
  4. Ahahahahahahahah
    Velhota...
    Ahahahahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu já viste a minha vida??

      (Tudo a ajudar... :DDD)

      Excluir
  5. Uma gargalhada em solidariedade. O meu agora resolveu dizer-me num tom carinhoso "A minha velha mãe..." mas faz questão de acentuar o velha para que eu perceba a intenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tu às vezes não te sentes velha? Eu tenho dias em que... Valha-me o criador...

      Excluir
  6. eu as vezes digo à minha mãe "ó velhinha" e ela responde prontamente "velha é a senhora tua mãe" (ela tem 44 e está mais "aí pras curvas" que eu aos 23)

    ResponderExcluir