quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Pim-Pam-Pum, Cada bola mata um...

Situação: Uma das minhas pessoas é convidada para uma comissão de trabalho internacional cujo foco está um bocado fora da sua área de especialização. Aquilo é coisa muito importante, coisa para fazer um upgrade relevante no seu CV. Digamos que doze peixes foram convidados. Seis tubarões, quatro peixes-espada (subalternos de outros tubarões que não os primeiros), um bacalhau e um carapau. Ela é o carapau. Essa pessoa acha aquilo demasiada areia para a sua camioneta (e é, de facto). Essa minha pessoa pergunta-me nervosa o que há de fazer... Não sabe se há de aceitar ou não. A exposição é grande. Pode ser um bom impulso para a sua carreira é verdade, mas também pode ser, de facto, a frigideira que a frita.
 
O que é que eu lhe respondo?
 
(a.) Não vás, ainda vais lá fazer merda.
 
(b.) Tu é que sabes, mas vê lá se não fazes merda.
 
(c.) Vai, só tens que não fazer muita merda.
 
E então? Hum?

42 comentários:

  1. Ela vai e finge que está afónica :) Exposição sem merda!

    ResponderExcluir
  2. Resposta C...sem duvida :) pode ser a oportunidade da vida dela!!!!!
    EF

    ResponderExcluir
  3. (d.) Vai, se fizeres merda pões a culpa no bacalhau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nas apresentações iniciais? Aperta logo o bacalhau? :DDD (Credo...)

      Excluir
  4. Ahahahahahah............
    Aqui para nós que ninguém nos ouve, diga lá o que é que lhe apetecia dizer?
    Já agora, a que cardume pertence?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me dou bem na água Fernanda... ;)

      Excluir
    2. Ainda bem. Mas não deve ser nada fácil para si. Isto de viver em habitats diferentes, significa que se deve ter muita atenção aos potenciais predadores. E, olhe que há muitos, a espreitar, sempre á espera de nos atacarem pelas costas.
      Em relação á resposta, eu acrescentava a alínea d) Vai.

      Excluir
    3. Eu sou um anfíbio Fernanda... E bem feio por sinal.. Tão feio que nem os predadores querem contas comigo. :D

      Excluir
    4. Ahahahahah.....Os anfíbios não precisam de água? Tenho que ir reler o livro de Estudo do Meio do meu filho.

      Excluir
    5. Precisam sim Fernanda, não se mace. (Por acaso só falei em anfíbios para dar algum sentido ao seu comentário de habitats diferentes... A minha generosidade ainda me há de trazer muitos dissabores é o que é... Por outro lado, já levo horas demais de trabalho no pelo... Começa-me a faltar a paciência... Tenha uma noite descansada Fernanda.)

      Excluir
  5. Definitivamente C. Quem não arrisca, não petisca.
    Estive nessa posição há quase 8 anos atrás. Arrisquei, encharquei algumas almofadas, dei cabo do meu ciclo circadiano, perdi cabelo, ganhei rugas mas tem sido uma aprendizagem fantástica e, sim, foi um boost para o meu CV.
    Que essa sua pessoa saiba ser humilde, mantenha os olhos e os ouvidos bem atentos, que se empenhe a sério e se for, naturalmente, uma boa pessoa terá as ajudas necessárias dos peixes-espada e dos tubarões que a acompanham. Hoje sou eu a tubaroa :DDD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ciclo circadiano... da última vez que ouvi isso foi da boca do pediatra da Mironinho, tinha ela um mesito, que me explicava por que razão chorava ela tão desalmadamente, todos os dias sempre por volta das sete da tarde até perto da meia noite, quando durante o dia e o resto da noite até tinha estado calma.

      Excluir
    2. Olha Papoila, passo a vida a dizer isso... Nunca ninguém ficou mal visto por ser humilde, por dizer que não sabe alguma coisa, por mostrar vontade de aprender... Já por arrotar pescadas e falar sobre o que não sabe... Esses põem-se na beirinha do prato...

      Excluir
    3. Mi, isso é mesmo muito comum nos bebés pequenos...

      Excluir
    4. *arrotar pescadas não, credo... Arrotar postas de pescada, queria eu dizer, que ainda assim é melhorzinho...

      Excluir
    5. Pois, de cagari-cagarós (os que arrotam as tais postas de pescada) está o mundo cheio e eu, também, não tenho paciência nenhuma. Nem para os que têm substância nem para os ocos. Se os primeiros são chatos e deselegantes para não dizer aborrecidos, os últimos são ridículos.

      Excluir
    6. Hum... Algo me diz que nos movemos em meios muito parecidos... ;) um beijinho.

      Excluir
  6. Eu diria que 'área de especialização' é capaz de afunilar a carreira de uma pessoa.
    Ela que vá fazer merda, aprender com a merda que faz, e soma pontos na experiência e no CV.
    Se comprometer a vida profissional, isto é, se indo e fizer muita merda, perde o posto actual, então que pense bem antes de ir, e indo, que se aplique.
    Eu cá ia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nop. O que tem cá fica. É ir e voltar. Concordo contigo. Eu fui sempre. E vim sempre mais rica. (A questão da especialização em verdade não se põe muito... A minha pessoa tem uma formação abrangente demais para o que se vai tratar. Há especificidades que não domina. É mais isto. E sim, concordo plenamente contigo. Especialização afunila. Especialização não é necessariamente bom.)

      Excluir
    2. Eu estou ali como a uva. Vinha cá dizer o mesmo mas como ela já disse, olha...assino por baixo. :)

      Excluir
    3. A Uva diz coisa muito acertadas... diz sim senhora...

      Excluir
  7. (c.) Sem dúvida. Mas que se prepare para tal. Com empenho e dedicação tudo se consegue.

    ResponderExcluir
  8. Cara NM,
    Trilho sempre pela b). Coisas do livre arbítrio.
    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora, ora Outro Ente, mas isso está implícito... Obviamente que cada um sabe de si. A questão é que isso seria o politicamente correcto, o que eu diria a um colega... Uma minha pessoa quando me pede opinião está, basicamente, a perguntar-me o que é que eu faria... E eu disse... (E a verdade é que quem vai decidir são os tubarões, que se estão bem marimbando para a opinião do carapau.)

      Excluir
    2. Essa "minha pessoa" interpretei-a como "elemento da equipa que dirijo". E disse muito bem.

      Excluir
    3. Eu nunca disse que dirigia nenhuma equipa. :) O meu trabalho põe-me o pãozinho na mesa... É coisa séria demais para eu expor aqui. :)

      Excluir
  9. Respostas
    1. Hã? (Uma pessoa minha, não a minha pessoa... :DD)

      Excluir
  10. Mas, mas... Foi assim tão fácil porque:

    a. Sou previsível como o caraças;

    b. É claramente a melhor hipótese;

    c. Fizestes todos PIM-PAM-PUM (e se fosse a vós ia jogar no Euromilhões)

    d. Sois finos como alhos.

    ResponderExcluir
  11. Vais, pões cara de tubarão e fazes o que tens a fazer! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou eu caraças... Mas tu achas que eu sou um carapau?? Eu sou uma sereia (metade mulher metade baleia, lá diria a minha amiga xaxia... :D)

      Excluir
    2. (E os tubarões conhecem-se todos uns aos outros, não se deixam enganar com duas cantigas.)

      Excluir
    3. Eu achava que eras uma garoupa (sexy e de voz rouca).... Eheheheheh

      Excluir
  12. Ir sempre! Bolas, e ficar uma vida toda a perguntar "e se..."? Que angústia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margarida, Margarida... A menina parece-me muito ajuizada...

      Excluir
  13. Alínea c. Com pouquíssimo esforço a sua pessoa passa despercebida. Garanto. É o que fazem todos e depois ninguém é responsável. Pronto é isto. Não precisa agradecer.

    ResponderExcluir