terça-feira, 16 de junho de 2015

Até fiquei contente que não tivesse percebido...

Que bem sei que eles se regem por protocolos a que são alheios e por acaso aquilo até funciona mesmo mesmo bem e não merecem estar a levar com piadolas dos utentes.... Mas frequentemente a minha língua é mais rápida que o meu cérebro. Uma chatice.

[NM] Estou sim? É da Unidade de Saúde Familiar XXX? Olhe, eu estou a ligar porque hoje tenho aí uma consulta de enfermagem para as vacinas do meu filho mais novo YYY, mas o meu filho mais velho também vai ter de levar as dele dos 5 anos... Ele só os faz daqui a um mês, mas se não fizesse diferença, era para perguntar se podia aproveitar e vaciná-lo também já hoje.

[Secretária da USF XXX] Entendo, entendo.... Só um minutinho que eu vou perguntar à Sra. enfermeira.

[NM] Com certeza, obrigada.

...

{Música}

...

[Secretária da USF XXX] Estou sim? Olhe, a Sra. enfermeira diz que não, que nem que faltasse um dia ela podia dar as vacinas... Que essas têm de ser mesmo mesmo na idade por causa do desenvolvimento da criança...

[NM] A sério? Nem que fosse por um dia?

[Secretária da USF XXX] Exactamente... Por causa do desenvolvimento deles, sabe?

[NM] E com os anos bissextos e a hora de nascimento da criança, também entram em conta?

[Secretária da USF XXX] Desculpe, não percebi...

[NM] Nada, nada... Estava só a brincar... Então até logo, sim?

19 comentários:

  1. ah ah ah eu também seria capaz de perguntar uma coisa desse género.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é que parecendo que não faz diferença... :D

      Excluir
  2. Olha que no teu ligar fazia pior. Essa de "nem que faltasse um dia" é simplesmente estúpido, não estão a falar com miúdos, ora essa! Se for como no posto da minha área, as vacinas têm dia certo para serem administradas... e agora? quero no dia dos 5 anos e quero mesmo acertar a horinha exacta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente? Nem levei a mal e até percebi. Suponho que haja um protocolo a nível nacional que desaconselhe a vacinação antes da idade e para eles talvez seja mais fácil justificar assim. Não sei, digo eu.
      A verdade é que eu estou muito contente com aquele serviço. muito contente mesmo. Funciona como deve ser (consultas a horas, telefonam a avisar que se tem consulta ou se houver alguma alteração, numa "urgência" e não querendo ir para as consultas abertas desenrascam consulta no máximo em três/quatro dias - pode é não ser com o nosso médico, e as vacinas são marcadas individualmente, com a enfermeira de família no horário/dia que melhor convier a todos (eu sempre escolhi quando é que os queria vacinar, quer em termos de dias quer em termos de horas). Vacino-os sempre depois das 18h para não ter que faltar ao trabalho, por exemplo. Sempre que precisei de alguma coisa desenrascaram-me e acho que aquilo é gerido com muito bom senso. São corteses... Enfim, não tenho nada a apontar, muito pelo contrário. Por isso, não impliquei com isto das vacinas até porque não sei exactamente o que é que disse a enfermeira... Só achei piada à defesa do argumento por parte da secretária.

      Excluir
    2. É isso mesmo, tem a ver com os procedimentos deles, e já me aconteceu o mesmo. Eles se derem antes da data podem ter que levar com os auditores em cima... Mas podias era ter adiado a do mais novo um ou dois dias, isso já podem fazer.

      Excluir
    3. Não pude. Era o reforço da Prevenar. É dada aos 15 meses e ele já fez 16 no domingo. Não podia esperar mais um mês.

      Excluir
    4. O sistema informático não aceita o registo da vacina antes de completar a idade :) É por isso que elas não podem facilitar, porque não conseguem depois registar.
      AB

      Excluir
  3. A ideia generalizada de que as pessoas é que têm de faltar aos empregos e reorganizar as suas vidas por causa dos protocolos deles ... ei pá! A mim irrita-me um bocado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ali não funciona assim Rolo... (Vê comentário de cima.) Para as vacinas marcas consulta com a tua enfermeira como outra consulta qualquer. Há dias da semana em que ela fica lá até às 20h, não precisas de faltar. Nem sabia disso de haver sítios com dias fixos.

      Excluir
  4. Ora aí está uma excelente razão para o seu blogue, NM, não poder ser um babyblog comme il faut, por muito que se esforce (e nós bem vemos as suas tentativas. Patéticas, mas, enfim, quem não tem cão...). Na verdade, uma mãe daquelas cujos filhos estão sempre de laçarote compostinho na cabeça e de calções irrepreensivelmente brancos JAMAIS faria uma proposta dessas. Francamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahahahahah os calções dos meus garotos nem da máquina de lavar saem brancos... :DDD

      Excluir
  5. Sim, um simples "não, n podemos dar antes" teria sido menos...insólito, vá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eles já estavam a antever um "porquê?"... ;)

      Excluir
  6. Desenvolvimento da criança...lol....!!1 mês faz toda a diferença nesta idade...lol... Acredito mais na parte burocrática,sistemas informáticos e estatísticas....!!
    Mas normas são normas.... e são pa cumprir!!

    ResponderExcluir
  7. Olá bom dia
    o programa informático do plano nacional de vacinação não permite registar as vacinas antes da idade mínima (ou seja por exemplo as vacinas dos 5-6 anos, não se podem fazer antes de completar 5 anos, as vacinas dos 4 meses não se podem fazer antes dos 4 meses completos). Nas crianças muito pequenas (2,4,6 meses) tem a ver com os intervalos mínimos entre as doses, nas maiores não, é uma convenção, mas que as enfermeiras não podem contornar. A explicação foi bastante surreal, mas lá está, não se falou directamente com a enfermeira...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigada pelo comentário. :) Eu percebi perfeitamente que não era má vontade e por isso nem questionei mais... Sempre me facilitaram a vida e nem questionei a enfermeira quando fui lá com o mais novo. Duvido muito que a justificação do desenvolvimento da criança tivesse saído da boca dela. As tantas ela só disse mesmo "nem um dia antes" e as secretária resolveu justificar mais com o que lhe pareceu mais lógico... Não valia a pena estar a armar confusão do diz-que-disse.

      Excluir
    2. Só vi agora a justificação correcta! Peço desculpa por ter duplicado a informação.
      Acrescento apenas que algumas administrativas são...o que são. Umas não têm inteligência para mais, outras não querem saber e outras simplesmente não sabem. E a todas não é dada qualquer tipo de formação quando ocupam aquele posto de trabalho.
      Juntemos o facto de "não haver misturas" entre administrativos, enfermeiros e médicos e depois dá asneira.
      Devia ser do conhecimento de todos os administrativos que não é possivel dar vacinas antes de completar a idade, porque o sistema informático não permite registos. E quando a NM colocou a questão não deveria ter sido necessário perguntar à enfermeira.

      Isto é claro uma generalização, porque há por aí gente muito competente!
      AB

      Excluir
    3. Obrigada. Isso que dizes é verdade, muitas vezes os administrativos dão informações do que não sabem. Mas nem se pode dizer que seja incompetência, talvez seja mais falta de formação (nem que seja para saberem que não podem dar determinada informação).

      Excluir