segunda-feira, 11 de julho de 2016

Eu, o meu filho e a minha BW'S.

Vislumbrei-lhe o retrovisor na garagem da aldeia por entre os brinquedos motorizados do meu pai. Já não me lembrava da última vez que me tinha sentado nela e decidi que tinha de ser ali, naquele momento. Tinha de a conduzir novamente. Lá a consegui resgatar. Dei-lhe uma mangueirada para a livrar do pó e teias de aranha. Tinha gasolina. Tinha uma réstia de bateria. Depois de muita insistência lá a consegui pôr a trabalhar. Uma fumarada imensa. As jantes com ferrugem.



Dei uma volta e, inevitavelmente, viajei no tempo... Há 20 anos era eu e a minha BW'S (quer dizer, há 22, ainda não tinha eu idade nem habilitação legal para a conduzir, mas fixemos a coisa nos 20 antes que me apareça aqui a brigada da moral e dos bons costumes). Liceu, casa e outros locais de imenso interesse cultural, e no verão, então, era o dia todo a acelerar. Por acaso ela até foi comprada para o meu irmão, mas ele cedo saiu de casa para ir para a faculdade e tão depressa eu me apropriei dela. Só havia três na cidade. Uma loucura de estilo, por entre as vulgares Honda Vision (acho eu que era assim que se chamavam) ou Yamaha Target. Ui. Cuidado comigo e com a minha BW'S. Éramos uma parelha dos diabos.

Estava eu lá no tempo dos meus 16 anos (14-18, em bom rigor), quando vejo o meu filho mais velho a fazer sinal para eu parar. Queria andar comigo. Deixei. "Juízo, muita responsabilidade!" Sentou-se atrás e agarrava-se com muita força à minha barriga. E nós lá andávamos... Terreno acima, terreno abaixo... E ele gritava... E ria! E eu... "Porra! Estou a andar na minha BW'S mas com um filho atracado a mim e outro a olhar para mim..." E eu gritava... E ria! "Wow!" Passávamos por sítios mais acidentados e ele agarrava-se com mais força. E gritava mais alto. "Wooowww!" E depois quando entrávamos na parte mais plana e recta ele gritava: "Velocidade máaaaxima!!!" E eu acelerava. "Wooowww!!" E ele ria. E gritava. E agarrava-se a mim com muita força.

(...)

Jr., com um sorriso de orelha a orelha:

- Foi mesmo fixe!!! Andámos com muita velocidade, não andámos??!

- Andámos, pois!

- Assim quando fazíamos a recta íamos a que velocidade?!

- Chegámos a andar a 30 km/hora...

- Wowww... Trinta-quilómetros-hora?? Trinta?? Woooow!!!

(...)

Estava genuinamente impressionado por ter andado a 30 - trinta, senhores. Trinta!, km/hora. Afinal de contas, trinta é 10+10+10, não é brincadeira...

(...)

E a verdade é que eu ia mesmo com o acelerador colado.

Sim... Quando tinha 16 anos chegava sempre em último às custas da minha BW'S, que aquilo não podia com próprios pneus.

Mas que botava uma figura do caraças, lá isso botava. Bom... Quer dizer... Penso eu de que. Tenho quase a certeza. Fiquei com essa ideia, pelo menos.

13 comentários:

  1. Respostas
    1. E lai-lai-lai recordar é viver... :D

      Excluir
  2. Xiiii, eu lembrava-me dela mais "aerodinâmica" (não tanto como a honda vision branca, azul, cinzenta com uma risquinha encarnada - com bico de pato). Vista a esta distância temporal parece tão quadradona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um trator em duas rodas... A parte boa é que a posso levar para o monte. A parte má é que até lá chegar passa-se meio dia. :DD

      (Eram vision? As que encontro na web são bem como eu me lembro delas...)

      Excluir
    2. Havia vision com a roda separada, tipo vespa, e outras com bico de pato
      https://www.google.pt/search?q=honda+vision+1990&rlz=1CALEAD_enPT701&espv=2&biw=1366&bih=691&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwjg8OLM3-vNAhUGHxoKHVSLDxIQsAQIGg#imgdii=OIuPLuMnDRlYmM%3A%3BOIuPLuMnDRlYmM%3A%3BN-C6WDFjzbdwbM%3A&imgrc=OIuPLuMnDRlYmM%3A

      Excluir
    3. Mas a que eu me lembro tinha o farol a ocupar o volante todo. Mais baixo e mais largo. Só se era uma versão anterior...

      Excluir
  3. Miúdas e motas sempre foi uma combinação de muito estilo!

    Eu andei muito anos, muitos antes de ter sequer idade legal para conduzir. Aos 14 o meu decidiu fazer um pedido especial para eu poder tirar a licença (coisa que só se podia com 16) desde aí foi sempre a abrir (legalmente! porque ilegalmente já andava a abrir há uns anos...)

    A minha era esta, ainda hoje a tenho mas nunca mais a conduzi, continuo a achar que tem muita pinta.

    http://databikes.com/imgs/a/b/h/y/z/honda__x8r_x_1998_4_lgw.jpg

    ResponderExcluir
  4. Eu tive uma Peugeot Rapid..., verde e roxa... Pois, eu sei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://goo.gl/images/Q01IW3

      Uma destas??? Ahahahahahahahahahah Ahahahahahahahahahah Ahahahahahahahahahah aaaaiiii, que me fino aqui...

      Muito linda Pitanga, muito linda...

      Excluir
    2. Precisamente...era a loucura dos 14 anos (sim também fui dessas, mas já prescreveu!)
      (precisavas ilustrar com foto?!!!!)
      Mas digo-te, ainda que de gosto duvidoso (hoje, a muito custo, reconheço),guardo muitas lembranças boas!!! ;)

      Excluir
    3. (Ora bolas... Ia jurar que te tinha respondido...)

      Acredito que na altura fosse mesmo fixe. Fora de coisas, acredito mesmo. A esta distância é que... Ahahahahahahahahahah olha... Voltei-me a rir à gargalhada!! :DD

      Excluir