sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

E quem te avisa...

Íamos os dois a pé para casa quando demos conta de um carro dos bombeiros no início da nossa rua.

[NM] Mau...

[Jr.] Oh mãe, aviso-te já... Se a nossa casa estiver a arder vou dizer um palavrão daqueles mesmo potentes e não quero saber... A sério, não quero saber. Estou-te já a avisar...

(...)

Não, a nossa casa não estava a arder.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Acho que no fundo até ficou um bocado desiludido por não poder dizer um palavrão "daqueles mesmo potentes".

      Excluir
  2. Pipocante Irrelevante Delirante29 de dezembro de 2017 13:04

    Não querendo desculpar o uso do palavrão, mas levar com uma me... cena pesada num pé e largar um "oh que maçada, isto doeu bastante" não parece natural. Seria mesmo caso de ir urgentemente ao (pedo)psiquiatra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na, na... Conhecendo a peça, se começo a abrir precedentes em menos de nada está a arranjar argumento para os desbaratar. E já bem me basta ter que levar com o sotaque.

      (Depois perguntei-lhe qual diria... "o fosga-se, provavelmente!"... :D)

      Excluir
    2. Ui, se com a casa a arder lhe são esse, se bater com o mindinho no pé da cama é bem capaz de largar um sonoro "bolas!"

      Excluir
    3. Não, se a casa estivesse a arder usava a versão hardcore do "fosga-se"... Aquela versão mesmo potente.

      Excluir
  3. folgo em saber que a casa está de saúde e que o léxico mais musculado não foi chamado ao palco, embora acredite na desilusão que deve ter sido. é pô-lo a ver um debate entre políticos, quem sabe? aí, há todo um mundo de oportunidades.
    Feliz ano, NM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijinhos mia... Que tenhas um super 2018! :)

      Excluir