domingo, 18 de março de 2018

NM a comprovar na prática impossibilidades teóricas desde mil e nove e troca o passo.


- Oh mãe... Atira uma pedra com toda a tua força a ver se chegas ao mar!

(...)

A mãe?! Eu?!
Pois que peguei numa pedra e a atirei com toda a minha força a ver se chegava ao mar.

A pedra?!
Pois que não só não chegou ao mar à minha frente como foi por um triz que não acertou num ciclista que passava atrás de mim.

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Sim, atrás! :DDDDD ninguém está em segurança ao pé de mim...

      Excluir
  2. Podia ter sido pior. Imagine que atirava na vertical?
    Espero que nenhum dos meus filhos tenha essa (in)feliz ideia. Era bem capaz de fazer o mesmo... ou pior.
    SM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles adoram atirar pedras para o mar... É cena dos homens lá de casa. É deixar andar, sem interferir... Para segurança de todos. :D

      Excluir
  3. Oh, mas isso é porque a pedra era demasiado pesada e gorda e do contra. Parva da pedra!

    (e o que disse menino Jr. disso, hum?) :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E "bisgolha"! :D

      ("Coméquépossível...")

      Excluir
  4. Opá......

    Esperava mais de ti, Natalia Micaela. Tu és da matemática, tinhas não só obrigação de a atirar até ao mar, mas também fazê-la saltar. :DDD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazê-la saltar um número pi de vezes, evidentemente... :D

      Excluir
  5. Eu seria menina para não falhar... o ciclista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahahahahah pelo menos trazia capacete...

      Excluir