quarta-feira, 9 de julho de 2014

Praia?

Detesto praia no Verão. Detesto praias com muita gente. Detesto estar ali deitada ao Sol, não consigo relaxar. Dá-me o sono mas não consigo dormir e fico com dor de cabeça. Não gosto de ouvir conversas de circunstância alheias (ainda se fosse uma boa história de faca e alguidar) e não gosto de saber a que cheiram os cremes do outros. Gosto de caminhar à beira mar, gosto de comer numa esplanada, gosto do cheiro da maresia, gosto de jogar à bola com o miúdo na areia, mas não no pico do Verão... Na loucura, no Verão gosto de ir com as crianças ao fim da tarde, procurar conchas e fazer castelos de areia. Agora aquela coisa de ir apanhar Sol e estar ali tudo apinhado meio desnudo... Não... Não gosto, aborrece-me! Não me divirto e acho uma perda de tempo...

Posto isto, e porque diz que ir à praia faz bem ao coise, agradeço profundamente a escola do Jr. fazer três semanas de praia com os miúdos. Já acaba esta Sexta, mas ele vai feliz da vida e já está bem bem moreninho. Nunca se cansa. Levanta-se (e deita-se) muito cedo e eu já não fico com aquela sensação de obrigação de o ter que levar a fazer praia porque, lá está, diz que faz bem ao coise...

Nós vamos à praia o ano todo, às vezes mesmo no Inverno. Mas no Verão, assim mesmo mesmo no pico do Verão... Hum... Não é certo que me apanhem lá!!

13 comentários:

  1. Também dispenso estar a cheirar os pés dos vizinhos de cada vez que tento estender a toalha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o cunhado do nefasto acutilante.9 de julho de 2014 17:26

      E por que quer dormir com a cabeça nos pés dos vizinhos?
      Sugiro estendê-la um pouco mais ao lado.

      Excluir
    2. Pela Mirone não sei, mas eu, ainda assim, prefiro cheirar os pés do vizinho que deitar-me em cima dele... ;DD

      Excluir
    3. NM, a que praias vais?
      Eu cá para não ter de estar a cheirar os pés do vizinho tenho duas ou três praias de eleição, bem longe da confusão.
      Eu sei que nesta altura do campeonato já só cresço para fora, mas continuo a precisar de praia (é excelente para a rinite/sinusite, psoriase, o sol ajuda a vitamina D a fixar o cálcio nos ossos... e faz-me bem à psique em geral).

      Excluir
  2. Eu também não gosto muito de praia.
    Ao fim de uma hora já estou pronta para vir embora. E abomino a areia que se mete em todo o lado, toalhas, sacos, livros, creme e fica agarrada às pernas, etc.
    Acho que passo as férias de vassoura na mão, porque pisar areia arrepia-me só de pensar.
    Mas a minha filha gosta de praia e faz-lhe bem ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, diz que faz bem diz... Ao quê não sei muito bem, mas diz que sim, diz que sim... :))

      Excluir
  3. Fico muito contente por saber que tu e o meu marido nunca se entenderiam. Assim sendo podemos continuar agradavelmente esta conversa.
    Não sei onde moras, mas se for aqui por Lisboa vou dizer-te o nome de uma praia onde podes estar mesmo à vontade. É na Lagoa de Albufeira, e chama-se praia das artes. Não tem ninguém e fica a um passo de Lisboa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu lá sou mulher de cobiçar marido alheio?? Ólhamequesta....

      (Moro no Porto, Uva...)

      Excluir
  4. o cunhado do nefasto acutilante.9 de julho de 2014 17:24

    Estou mais inclinado que frequente a praia de Leixões, ou Leça. Ou a do queijo ou Madalena. Assim por esses meandros.
    Palpita-me.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba que tanta perspicácia até lhe pode causar danos cerebrais... ;DD (Olhe... E isso do nefasto? Tem história que me tenha escapado ou foi só um refreshm?)

      Excluir
    2. o cunhado do acutilante.10 de julho de 2014 00:21

      Atendendo que o meu palpite precedeu o seu esclarecimento à leitora Uva, até nem perspectivei muito mal.

      Excluir
    3. A sério que não viu no meu perfil que moro no Porto? Assim sendo dou-lhe os parabéns pelo palpite. :) (Cadê o nefasto?)

      Excluir
    4. o cunhado do acutilante.10 de julho de 2014 01:06

      Não me dê os parabéns porque seria desonesto aceitá-los. Não vi o seu perfil mas como está sempre a falar que mora no Porto; daí a brincadeira.
      O Nefasto? É uma história muito complicada, e dramática também. Aliás, já morreu há muito. Acredita se lhe disser que morreu por uma dama? Ou várias, palpita-me.
      Grande amigo! Excelente criatura! Indelével companheiro! Enfim...

      Excluir