terça-feira, 21 de abril de 2015

Aquele problema de matemática dos anos da miúda...

Aquele que em e-unidades de tempo já tem décadas, ainda interessa a alguém? Vale a pena o esforço ou já estais todos fartinhos daquilo?

A propósito disto que foi tão bonito...

Madame Pi, percebe que estou com aquilo das vertigens e que tenho de fazer gestão de esforços. Caso contrário não perguntaria, chapava aqui e já estava que pouca coisa me entreterá mais que este tipo de problemas. :)

9 comentários:

  1. Já agora põe lá o problema .... para eu ter a certeza que sou mesmo muito burra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh és nada burra. És uma gata, bem sabes. :)

      Excluir
  2. Eu na escola fazia um parecido com o das bolas pretas mas era com chapéus. E não sobravam chapéus.
    Pelo que percebi (não foi com muita atenção confesso) sobram bolas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é este e está na caixa de comentários da Mirone:

      "
      Anónimo21 de julho de 2014 às 22:22
      Não! Não saiu em nenhum exame nem é um exercício escolar, dai eu ter epigramatizado dizendo que só falta dar isso as crianças nos exercícios de desenvolvimento do raciocínio.
      o Problema das três bolas vermelhas e duas pretas, que não me admira não conhecer porque é bastante antigo e caiu em desuso, era apresentado da seguinte forma.
      Há uma vaga para um bom emprego, e há três candidatos ao lugar. Todos os candidatos estão ao mesmo nível, todos mostram a mesma competência e aptidões, e o empregador tem dificuldade por se decidir por um sem ser injusto para os outros. Resolve apresentar-lhe o seguinte problema a fim de testar a capacidade de raciocínio dos três.
      Mostra-lhes três bolas vermelhas e duas pretas, mete-as dentro de um saco, veda os olhos aos três, coloca-os em triângulo, sacode-as e coloca uma bola vermelha na cabeça de cada um deles. Liberta-os da venda e diz que o primeiro a dizer a cor da bola que tem na cabeça, através de um raciocínio lógico, tem o emprego.
      Passado algum tempo, um deles diz: A bola que tenho na minha cabeça é vermelha!
      Certo! Diz o empregador. Agora explique como chegou a essa conclusão.
      É este o problema. Há três bolas vermelhas e duas pretas, cada um tem uma bola vermelha na cabeça, cada um vê a cor das bolas dos outros dois mas não sabe qual a cor da dele. Como chegou a conclusão que tinha uma bola vermelha na cabeça.
      E a Mirone? Resolve?
      "

      Excluir
    2. Sim sim, eu fui atrás dos links para entender.
      O dos chapéus não dá para explicar. Tem de ser com um desenho :(

      Excluir
    3. Fazes desenho, tiras foto e mandas mail. :) calcomoandor@gmail.com

      Excluir
  3. Para seu entretenimento: http://www.sabado.pt/ciencia___saude/detalhe/o_problema_matematico_que_esta_a_dar_que_falar_esta_semana.html?utm_medium=Social&utm_source=Facebook&utm_campaign=Echobox&utm_term=Autofeed#link_time=1429708579

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil vezes mais interessante Margarida, mil vezes!

      Excluir
    2. Eu estou a ver se arranjo um bocadinho para resolver este, adoro estas coisas. Mas eu quando era miúda, era daquelas que fazia livros de jogos para me entreter nas férias, penso que afectou todo o meu desenvolvimento ahahah

      Excluir