terça-feira, 31 de maio de 2016

Ainda a propósito do gorila e prometo que já me calo.

Estas pessoas que andam por aí pelas internetes a criticar os pais da criança, que se se esgueirou foi porque eles foram negligentes e o largaram da mão, são as mesmas que bradam aos céus que as crianças de hoje em dia são umas sobreprotegidas, que são umas atadinhas de primeira, sempre atreladas aos paizinhos que não lhes dão espaço para nada. Crianças que não aprendem a cair e a levantar-se porque, enfim, nem os deixam chegar a cair de tão sobreprotegidos que são. São aqueles que dizem que no tempo deles é que era, que iam para a rua brincar com os vizinhos de manhã e só voltavam para almoçar e depois vira o disco e toca o mesmo, que aquilo foi muio joelho esfolado e dente partido, e que mesmo assim cá estão de saúde para contar a história. 

Isto é tudo a mesma malta, não é?

17 comentários:

  1. Respostas
    1. Fico mais descansada. Afinal são sempre os mesmos. Não está tudo doido.

      Excluir
  2. Pois, amodos que deve ser!
    Também são os mesmos que põe um arnês nos putos e andam com eles por uma trela no meio da rua...

    Ou então são só gente que são como o outro dos gato fedorento,...
    ...falam, falam, falam, falam mas ninguém os vê a fazer nada!

    (o pessoal tem que ter alguma coisa do que falar, mesmo que seja do que não fazem a mais pequena ideia!)

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Têm que se entreter com alguma coisa, não é?

      Excluir
  3. Evidentemente!
    Há duas coisas que nunca passam de moda: "dantes é que era bom" e "a culpa é da mãe". Sempre. Ad nauseam.
    Bom dia,
    Outro Ente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa está boa e é muito verdadeira...

      Bom dia OE. :)

      Excluir
  4. são os mesmos que criticam o ensino caseiro acompanhado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto anda tudo ligado, é o que é....

      Excluir
  5. Sem tirar nem por....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos só se estraga uma casa...

      Excluir
  6. Nao é justo... eu gosto de pregar a independência das minhas filhas e, no entanto, a pequena não está cá há 2 dias, foi de acampamento com a escola e eu choramingo o dia todo. Mas deixo-as subir às árvores e brincar com terra, para grande aflição do paizinho ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ui, os meus na aldeia andam à solta, assim mesmo à vontadinha, e eu estou tranquila. Só me preocupo um bocado com as lagartixas mas também sei que elas são muito esguias e eles dificilmente as comem. Coitadinhas. Era só o que mais faltava. Têm direito à vida caraças. :p

      Excluir
  7. É a velha história do velho, o rapaz e o burro.
    boa semana, NM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preso por ter cão e preso por não ter gato. É aquele conforto da previsibilidade de sabermos que temos sempre alguém a apontar-nos o dedo.
      Boa semana para ti também, mia

      Excluir
    2. *preso por ter e preso por não ter
      (Não faço ideia que faz ali aquele "gato", até desconfio que tenho sido eu a escrevê-lo... :D)

      Excluir
    3. "aquele gato" há de ser um cusco qualquer, que não gosta de estar escondido com o rabo de fora.
      continuação de um bom dia. está um Sol que até estala.

      Excluir
  8. Foda-se obrigado Nê!(desculpa ai o palavrão, mas tenho-ma agastado tanto com isto carai)

    ResponderExcluir