segunda-feira, 1 de setembro de 2014

E então que tal foi a praia, NM?


Pois… Hum… Uma bosta!

Ora vamos lá ver, eu gosto tanto de ir à praia como de comer camarões pequenos.

Não percebestes? Eu explico. Eu gosto de camarão, não perco a cabeça por, mas gosto… Mas o camarão pequeno… Eu gostaria de camarão pequeno se alguém mo metesse na boca, mas de outra forma… Para mim aquilo não vale o trabalho de o descascar! Com a praia é mais ou menos a mesma coisa… Eu até gosto, mas não gosto o suficiente para justificar o trabalho que tenho para me arrastar até lá com duas crianças pequenas e ficar, na loucura das loucuras, uma hora e meia. A logística é complexa, o mais novo fica com borbulhas, o mais velho não me dá dois minutos de descanso e ambos desatam num pranto por causa da areia nos olhos. 

Se a isto juntarmos o ter de carregar um pára vento enorme devido à ventania que normalmente se faz sentir - cortesia das praias nortenhas que como recompensa nos apresentam uma água tão fria capaz de pôr um US Navy Seal a gritar de dor*… É mais ou menos o mesmo que me porem um prato de camarões da nossa costa – do tamanho de botões, à frente, me prenderem os dedos com fita adesiva e me dizerem: “Olha… Come que é muitA bom!”. “Eh pá, até podem ser, mas não me apetece!... Dá muito trabalho!”, digo eu. É que mais vale comê-los crus (e ainda vivos) como uma pessoa que eu cá sei** (ou ficar numa esplanada  enquanto o mais velho come um gelado e o mais novo dorme no carrinho)…

* Mas são lindas as praias do norte, hã! Não dão é para fazer praia mas isso é um pequeno pormenor…


** Diz que é como comer tremoços se quereis saber.

23 comentários:

  1. Eu adorava praia até ser mãe. Aí, passei a detestar praia e toda a logística que implicava uma ida à praia. Finalmente à 2 anos reconciliei-me com as idas à praia. Uma toalha, protector solar, um livro e o ipod e lá vou eu :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizes-me então que em 12 anos ou assim tenho o assunto resolvido, é isso? :DDD

      Excluir
    2. Comigo foi mais pelos 14... :DDD. Mas sim!

      Excluir
    3. Ah bom ! Está quase então! :DD

      Excluir
  2. Também penso sempre na trabalheira que é descascar aquilo de cada vez que me apresentam um prato de camarão da costa. Mas se tenho a ousadia de verbalizar o que me vai na mente ainda me lançam um andar escandalizado "Mas tu descascas? É para comer com pele".
    Olha peço percebes!

    (Até se me mirrava a "ialma" se não pudesse fazer praia. ADORO)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menos mal Mirone, menos mal que só implicam com a casca... Um senhor que eu cá sei, quando os apanha chegados do mar, come-os assim mesmo, au naturel... E admira-se todo de haver quem não queira provar semelhante petisco... :DD (Já sabes que eu é mais monte!...)

      Excluir
  3. Com a idade às crianças começam a ser mais independentes e a aproveitar melhor a praia. Eu já vou sozinha com a minha Gotinha e até tem corrido bastante bem. Quanto há praia, quando começa não gosto, mas depois vou-me habituando e fico a gostar. Mas as praias aqui são quase todas boas fora uma ou outra com vento! É a vantagem de morar no litoral alentejano, tem campo e tem praia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A menina hoje tirou o dia para me meter raiva, ora foi? :DDD

      Excluir
    2. Oh nada disso! :'(
      Logo eu!


      B-)

      Excluir
  4. Bom: Tudo razões muito aceitáveis para evitar a praia.
    Pior seria se a abstenção fosse devida a um fato de banho muito apertado, como um celebérrimo fato de banho muito apertado largamente difundido algures por um blog perto de todos, o que transformaria uma simples preferência numa dramática impossibilidade..
    anti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhe... Só não falei no fato de banho como mais uma contrariedade porque olhe... Não me lembrei! ;)

      Excluir
  5. As praias do norte de Portugal são lindíssimas. O pior é mesmo o vento e o frio. E a temperatura da água do mar?! Gelada. Eu só consigo molhar os pés.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou no Inverno. Jogar à bola com os meus rapazes e andar por ali um bocado. Agora no Verão, aquela coisa de estar ali a apanhar sol... Oh!

      Excluir
  6. Eu como esses camarões com casca. Os tremoços (às vezes) também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Uvinha, a tremoços é ao que diz que sabem esses camarões crus (e moribundos)... Blheca!

      Excluir
  7. Eventualmente chegará a altura em que eles levarão a sua própria tralha. E aí, afilhada, vais ter saudades de quando tinhas de levar a casa atrás...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, eu sei... :) Mas nos entretantos vou-me queixando! :DD

      Excluir
  8. Querida NM, sabes que és a maior, mas desta vez tenho que discordar, praia e camarão da costa é do melhor que há!
    Compreendo que as praias do Norte não serão das melhores para quem gosta de banhos de sol e de mar... Mas o camarão da costa.... É de longe o camarão mais saboroso!
    Experimenta vir fazer praia a Sul, de preferência em Junho ou Setembro... Eu posso dar dicas, vais ver que mudas de ideias! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para o ano Pitanguinha... para o ano vamos aí fazer-te uma visita... tu ficas a tomar conta dos miúdos enquanto eu vou ver se me reconcilio com a praia... :DDD

      Excluir
    2. Pode ser, tenho algemas que chegue para todos! ;)

      Excluir
    3. Ahahahahahahah eu sabia que contigo ficavam em segurança. :DD

      Excluir
  9. Muito bom! Exatamente a minha perspectiva sobre a praia... :). Este ano fui à praia uma única vez e já fiquei farta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :))) Até acho que devia haver uma praia para pessoas como nós! :DD

      Excluir