segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ainda do baptizado...

O bolo, por exemplo. 

Ora, fosse eu uma super-mummy-blogger e, depois de uma aturada pesquisa no facebook, já há mais de três meses que teria seleccionado uma cake designer ma-ra-vi-lho-sa ("a melhor do Mundo", escreveria eu então no meu super-mummy-blog). Depois de uma frenética troca de emails com dezenas de imagens do Pinterest já teria na calha um bolo top-top-top, que é como quem diz, tri-top!... The ultimate baptizado cake, que seria fotografado 597 vezes: 345 durante a sua confeção, 120 depois de terminado e as restantes (é só fazer as contas) depois de me chegar às mãos. Tal pináculo da pastelaria criativa seria então partilhado com o Mundo em 15 contas diferentes nas mais diversas redes sociais. Aplausos... Muitos aplausos seriam então expectáveis e desejáveis, esperados e desejados... 
Super-mummy-blogger e face-cake-designer trocariam então um high five virtual... "Oh yeh!" Tinham conseguido... Ambas as duas!

Mas não.

O que aconteceu é que na pastelaria do costume, ao pagar o café do costume:

- Oh Sra. Dona Maria dos Bolos, fazem-me para Sábado o bolo de baptizado do Baby?

- Ai que bom... Claro que sim menina... Como vai querer?

- Assim simples e clássico. O que me fizeram para o Jr. estava muito bonito. Era retangular. E branco. Veja lá... Como lhe parecer melhor... Mas assim simples... E clássico!

- Muito bem. Quantas pessoas?

(...)

Só vos digo... 

Se quem manda nos desígnios disto tudo mede as competências maternais pelos esforços dispendidos no foto-planejamento das memórias familiares bem tramadinha que estou...

No que é que dispendo os meus esforços? Nos meus filhos... Efectivamente nos meus filhos! Confio na memória deles.

28 comentários:

  1. Respostas
    1. É mais ou menos aquilo do com um simples vestido preto nunca me comprometo. :D

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ahahahahhahahaha Daqui a uns anos os meus filhos a comparar os bolos com os amigos... Pobrezinhos...

      Excluir
  3. Comi ali um de (hora de almoço, falas em bolos e dá-me a fome hehe)

    ResponderExcluir
  4. Umas tentam mostrar que são as melhores mummys do mundo competindo com armas como bolos de batizado, roupas, sapatos, festas in, etc. Outras fazem exactamente o mesmo apregoando que para elas o que é mesmo, mesmo importante são os valores, os sentimentos, blá, blá, blá.
    Umas e outras tentam provar a mesmíssima coisa: que são as melhores mummys do mundo. E apregoam-no bem alto, servindo-se para isso dos seus blogues. Afinal foi para isso que os criaram e é para isso que os mantêm.
    Umas e outras são feitas da mesma massa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tuuuudo farinha do mesmo saco... Era mandá-las a todas para o Brasil num cargueiro sem fundo a ver se esta porcaria endireitava ou não de vez!

      Excluir
    2. Pipocante Irrelevante Delirante15 de setembro de 2015 16:25

      Qual cargueiro, pa!!!!!
      Campo Pequeno, Campo Pequeno!!!!!!!!

      (ide, camarada, ide)

      Excluir
    3. Aahahhahahahahahahahahah Fogueira com elas!.. Todas! Já!

      Excluir
    4. Ó NM, manda uma fatia de bolo ao anónimo que aquilo que se ouviu acima é fome, é o ruído de um estômago vazio.

      Excluir
    5. Nem queiras saber Be... Privação de açúcar, só pode!

      Excluir
  5. Pipocante Irrelevante Delirante15 de setembro de 2015 16:23

    Essas mumies que não se esforcem muito... com naturalidade, caso as crianças não sejam "esquisitas", vão entrar na adolescência e passar a odiá-las, aconteça o que acontecer*.

    *depois, já adultas (mentalmente falando), vão concluir que os pais é que sabiam e tal, e que os jovens são uns imbecis que nada sabem, e que afinal os velhos até tinham razão, e não faziam questão em arruinar-lhes a vidad, pois então...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eeeeerr... Onde é que eu já vi essa história?

      Excluir
    2. Pipocante Irrelevante Delirante15 de setembro de 2015 17:11

      E numa de "a minha cria é mais evoluída que a tua"

      A minha já me disse que me odeia, e que lhe estraguei o dia.
      Antes de irromper porta fora.
      Não, não tem sequer 12 anos...

      Alegria de pai!!!!!

      Excluir
    3. U-AU PID... U-AU!.... Parabéns hã!!!!!

      Excluir
  6. Gosto muito da última frase em letras pequeninas. Congrats!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!

      (Por exemplo, quando o Jr. fez 5 anos perdi imenso tempo com ele a pensar como havia de ser o bolo porque ele estava mesmo entusiasmado. Queria um com um super herói e eu fiz-lhe a vontade e pensámos naquilo juntos... Agora com este... Quer lá o miúdo saber como é o bolo... E assim sendo, eu é que não vou perder o pouco tempo que tenho livre, com uma coisa que seria mais para mim, para as minhas fotos, que para ele...)

      Excluir
    2. Anónimo das 10:07 era conversa que queria, não era? Pois olhe... Hoje não me apetece que me falta o (tal do) vagar. É ir pela sombra sim?

      Excluir
    3. E sim, a fazer coisas por mim prefiro perder tempo a escrever no blogue que a escolher um bolo. Olhe, são escolhas... Cada um com as suas. (Mas deixe lá, também sou eu que por estas e por outras vou bater com os costados num lar, abandonada por tudo e todos. Não se aborrece com isso nem com as minhas escolhas, boa?)

      Excluir
  7. Eu cometo a loucura de os fazer eu própria. Sim faço os bolos todos XPTO e tal e uma trabalheira que enfim (o ano passado SpongeBob, este ano legos) mas faço porque me dá tanto gozo a mim a fazer como a ele a receber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, mas isso é diferente... Se tirais prazer disso são outros quinhentos...

      Excluir
  8. Sou eu que faço os bolos de aniversário do meu filhote, pouco dinheiro e muito caro então meto as mãos à massa. Nunca tive qualquer habilidade para fazer bolos, não crescem, crescem muito dum lado, tortos, desenforma partidos, não tenho jeito nenhum para decorar... então desenvolvi uma fórmula infalível: corta-se o bolo ao meio, meia tablete de chocolate em pacote é meio de natas, levo ao fogão e vão dentro de cada das metades, monto o bolo e derreto o resto do chocolate no meio pacote que sobra (ou menos) forra o bolo por fora (isto no fim de usar a faca para cortar o resto das imperfeições), compro "caganitas" coloridas e coloco por cima no fim de estar frio, e para acabar a beldade põe -se bonecada por cima: dinossauros, carrinhos, skates...


    Ó mãe, os meus colegas disseram que o bolo "tava muita bom"

    ResponderExcluir
  9. O truque para os bolos crescerem uniformemente é ter o forno pré-aquecido quando a forma vai lá para dentro. Por isso é que a maioria das receitas começa com o enervante "pré-aqueça o forno a x graus"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dos posts em que mais me ri com este blogue...

      http://calmacomoandor.blogspot.pt/2014/04/de-como-eu-sou-uma-naba-na-cozinha.html?m=1

      Excluir