quarta-feira, 19 de março de 2014

Aos pais da minha vida...

Ao pai que a vida me escolheu e ao pai que eu escolhi para dar vida... 

Às vezes sinto que o amor que vos tenho não me cabe no meu peito tal é a dor que sinto cada vez que não vos (pres)sinto bem.



2 comentários:

  1. Coisa mais bonita. Há amores assim, que nunca têm princípio e muito menos têm fim... cantam os Donna Maria.

    ResponderExcluir