terça-feira, 13 de janeiro de 2015

As companhias, as companhias...

No colégio dos meus filhos não há sala dos 4 anos. Há uma sala 3/4 e outra 4/5, sendo que os meninos "sobem" para a sala dos mais velhos por ordem de idade. Agora no final do ano saiu da sala dos 4/5 uma menina e, sendo o Jr. o mais velho da sala dos 3/4, perguntaram-me se eu queria que ele mudasse. E eu disse que sim, os melhores amigos dele já estavam na outra sala, pois que sim senhora que se mudasse a criança de sala. Ele lá mudou e so far so good, que ele lá anda feliz da vida.

Com o Jr. logo ali, lá a brincar com os legos dele, comentava eu em surdina com o meu marido, que tudo muito bem, que ele estava a aprender coisas novas, que estava a ser mais "puxado" e que, por esse lado, ia ser bom mas que também ia aprender coisas assim não tão boas com as crianças mais velhas... Nisto, o Jr. atira abaixo sem querer uma torre enorme que estava a fazer. Só o ouvimos todo irritado...

- Caraio lá isto!!

Eu faço uma cara ao meu marido de "Estás ver? Estás a ver no que dá os colegas mais velhos?". Muito calma, mas de cara séria pergunto.

- Júnior?! Onde é que tu ouviste isso??

Responde-me ele com a maior descontração.

- Foi o pai!

(...)

Está certo!

23 comentários:

  1. Vês porque é que não digo asneiras? assim não corro o risco de deixar escapar uma à frente da Mironinho. :DDD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitadinha.. Vai ter de apender tudo com os da rua... :DDD

      Excluir
    2. Ehpah, então se calhar é melhor rever a minha posição....

      Excluir
    3. Ahahahahahahahah há sempre outra face da moeda...

      Excluir
  2. A minha mãe sempre me contou que, depois do primeiro dia na pré-primária, me perguntou:

    __ Então, o que é que aprendeste hoje?
    __ Puta, meda, carailho.

    Tumbas. Tudo de rajada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahahahahahahahahahah estás a ver como somos bons pais?? O nosso nem precisa da escola... aprende tudo em casa.

      Excluir
  3. Respostas
    1. O pai não pensa nada... Ao pai saem-se-lhe... :DDDD (mas raramente caraças... Não era suposto o peq fixar...)

      Excluir
  4. Acho que foi por isso que o menino lhe perguntou se o pai pensava :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Melissa... Sinceramente... Claro que o pai pensa, caraio.... :DD

      Excluir
  5. Respostas
    1. Tenho de ver isso das companhias tenho... ;D

      Excluir
  6. Respostas
    1. Ahahahahahahahahahahahahahahahah disseste "puto do caraio"??? Ahahahahahahahah

      Excluir
  7. Pipocante Irrelevante Delirante13 de janeiro de 2015 22:43

    Pelo menos contextualizou.
    Mostra capacidade cognitiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois foi caraças... E eu que não o elogiei... Pobre criança...

      Excluir
  8. Estava a jantar em casa de um primo meu, depois de um jogo de futebol, portugal qualquer coisa.
    Toda a gente sentadinha na mesa e eis que se ouve o mais velho, 4 anos, a dizer Caqualquercoisa.
    A mãe diz "M. Já te disse que não se diz carago, filho. Essa palavra é feia."
    Resposta do miúdo: "eu não disse carago, mãe. Disse car@!ho"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahaahahahhahahahahahahahahahahhaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahhaahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahhahahah

      Excluir
  9. Pois.. Tb me matei a rir. A mãe só queria um buraco para se esconder :p

    ResponderExcluir